Lagoa candidata ao programa “7 Maravilhas à mesa”

Sardinhas “de boa morte”, papas de milho, lulas cheias, feijão com couve e carnes da salgadeira vão à mesa com o Marquês dos Vales Banco 2016 e o Tinto Grande Escolha 2014. Será com este menu que o município de Lagoa se candidata ao programa “7 Maravilhas à Mesa”.
Quinta dos Vales e Restaurante Charneco serão os convidados de honra de Lagoa por esta candidatura que promete eleger 49 mesas pré-finalistas, sete representativas da identidade patrimonial gastronómica de cada região do país.
Através desta candidatura Lagoa apresentará a riqueza da sua gastronomia, resultado da diversidade dos produtos que utiliza, bem como das ancestrais formas de confeção, introduzidas por povos que aqui deixaram a sua história, o seu saber. É com base neste património que é agora apresentado um menu representativo do melhor que a terra e o mar podem oferecer.
Farão parte deste leque de iguarias um petisco, uma sopa, um prato de frutos do mar e um prato de carne. Irão à mesa as Sardinhas de “boa morte” (petisco conservado no sal da salina da Mexilhoeira da Carregação, a única em funcionamento no Barlavento Algarvio); as Papas de milho (“sopa” preparada com milho reduzido a farinha no único dos seis moinhos de maré do rio Arade que ousaram sobreviver ao tempo, no Sítio das Fontes); Lulas cheias (prato de pescado) e Feijão com couve e carnes da salgadeira (prato de carne).
Acompanham este património gastronómico dois vinhos: o Marquês dos Vales Banco 2016 (Arinto, Síria e Malvasia Fina) e o Marquês dos Vales Tinto Grande Escolha 2014.
O programa “7 maravilhas à mesa” conta com o alto patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural; Secretaria de Estado do Turismo e Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e é desenvolvido em parceria com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

Author Avatar

About Author